NOS BECOS DA WEB...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Lamento

A vida triturou meus sonhos... Por que também eu tinha que ter escolhido o caminho mais difícil? Ser escritor nunca foi fácil... A educação que recebi me enganou, ao valorizar os escritores... Os livros didáticos de português sempre vinham com textos de autores consagrados - mas, e daí? A própria Clarice Lispector, que admiro tanto, nunca teve uma vida financeira fácil, apesar de ter tido seu talento reconhecido em vida...

Terminei um romance, registrei na Biblioteca Nacional, enviei para uma editora avaliar - mas a resposta, e isto se eu obtive-la (porque, se o livro não for aprovado, eles simplesmente não respondem), pode demorar até um ano. Outra editora fala para procurarmos uma agência literária para nos representar... mas e quem mora fora do eixo Rio-São Paulo, como faz para buscar uma representação dessas?

É muito difícil não ver seus esforços reconhecidos... e eu nem sei mais o que escrever para expressar minha angústia... O mercado não é nem um pouco generoso com novos autores, e todo mundo está cansado de saber disso.

Um educador sempre precisa ter esperança... mas como vou vender essa moeda podre - a literatura - para meus possíveis alunos?

2 comentários:

Luis Eustáquio Soares disse...

coral, linda coral, poeta. é preciso romper a solidão. existe muito q fazer no campo da luta, com outros; o infinito.
por que não colabora/se aproxima do movimento estudandil da ufes, que é aguerrido, cooperativo. vc fará amizades, amores..
b
l

Van disse...

Senti a sua dor e lamento, acho sim que deve ser dificílimo, um mercado fechado que se mantém com os já conhecidos escritores e não se abre para dar oportunidades, mas acho também que a persistência pode te abrir uma imensa porta um dia. Torço para que sejas forte e mais ainda para tenhas uma oportunidade.

Um beijo, Coral!